Ficções – Jorge Luis Borges

Sinopse: Ficções reúne os contos publicados por Borges em 1941 sob o título de O jardim de veredas que se bifurcam (com exceção de “A aproximação a Almotásim”, incorporado a outra obra) e outras dez narrativas com o subtítulo de Artifícios . Nesses textos, o leitor se defronta com um narrador inquisitivo que expõe, com elegância e economia de meios, de forma paradoxal e lapidar, suas conjecturas e perplexidades sobre o universo, retomando motivos recorrentes em seus poemas e ensaios desde o início de sua carreira: o tempo, a eternidade, o infinito. Os enredos são como múltiplos labirintos e se desdobram num jogo infindável de espelhos, especulações e hipóteses, às vezes com a perícia de intrigas policiais e o gosto da aventura, para quase sempre desembocar na perplexidade metafísica. Chamam a atenção a frase enxuta, o poder de síntese e o rigor da construção, que tem algo da poesia e outro tanto da prosa filosófica, sem nunca perder o humor desconcertante.

Nacionalidade do autor: 
Ano da publicação do texto: 1944

Sem dúvida a leitura dos contos de Borges me soou como uma experiência original, já que são contos bem diferentes do que li até hoje. Ele mostra um grande potencial ao tratar de assuntos religiosos ou até mesmo psicodélicos, como em um dos contos no qual um sonho sonha outro sonho (um dos mais legais do livro).

Por outro lado, a escrita de Borges transborda uma erudição e uma estética que me parecem muito arrastadas, um texto difícil de digerir. Em diversos contos, são utilizados inúmeros personagens que eu particularmente nao sei se são reais (figuras que existiram) ou inventados (talvez seja justamente essa a intençao de Borges ao misturar ficçao com realidade), nos quais se relatam e comentam as obras literárias que esses personagens escreveram ou estão escrevendo. Achei esses contos extremamente chatos, com exceçao de “Tlon, uqbar e orbis tertius”.

Fiquei com receio de ler mais coisas do Borges. Embora consiga reconhecer seus méritos, no geral achei sua leitura bem chata, talvez até por uma incapacidade minha em extrair todas as referências que ele utiliza.

Classificação

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s